ESPAÇO DE DEVOCIONAL

Seja bem vindo!
Miss.Cacilda Barbosa Santiago

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

DESCANSANDO NAS PROMESSAS DE DEUS


Como é bom quando recebemos uma promessa, e ainda mais quando vem de alguém que realmente pode cumprir de forma que nos surpreenda. Ocorre que toda promessa, passa pelo doloroso teste do tempo, mas não existe nada  e nem ninguém  que impeça o agir de DEUS em prol dos que clamam  e esperam por Ele. “Agindo Deus, quem impedirá?.” (Is 43.12).
Nada pode impedir que as promessas do Senhor em nossas vidas se cumpram. Muitas das promessas bíblicas são condicionadas: “Se” obedeceres a voz de DEUS certamente tudo que DEUS falou se cumprirá, pois Ele é Fiel! Mesmo que aos nossos olhos, pareça que está demorando, assim diz a Palavra de Deus, que “O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; porém é longânimo para convosco”(2Pe 3:9).
Portanto, mesmo estrelas não brilhem, nem o sol desponte, mesmo que a noite esteja escura e sejas tentado a esquecer as promessas do Senhor para a tua vida,  lembre-se quem te prometeu foi o Deus Criador de todas as coisas Ele é Fiel, Imutável, e a Ele pertence Todo Poder, “Do Senhor é a terra e a sua plenitude, o mundo e aqueles que nele habitam". (Sl 24).  Ele não falhará, Ele agirá no tempo, e no modo dEle, da forma que Ele quiser, pois “Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa; porventura diria ele, e não o faria? Ou falaria, e não o confirmaria?”(Nm 23:19) 
Descanse, apenas descanse, vale a pena confiar em quem resolve tudo!

"Porque desde a antiguidade, não se ouviu, nem com ouvidos se percebeu, nem com olhos se viu, um Deus além de ti, que trabalha para aquele que nEle espera"(Is 64.4)
Para concluir, cabe aqui registrar esta linda canção da harpa cristã...

"De Deus mui firmes são as promessas
Mais firmes que as montanhas são.
Quando o socorro terrestre cessa,
Os de Deus não falharão!
 De Deus mui firmes são as promessas,
Falhando tudo, não falharão;
 Se das estrelas o brilho cessa, 
 Mas as promessas brilharão!
 Se a fé te falta, nos teus apertos,
 Nas Suas promessas descansa em paz.
 Quando és tentado, estou bem certo
 Que Cristo auxílio te traz.

 Se a febre arde, se extingue a vida
 E quer a morte te arrebatar,
 Nas Suas promessas terás guarida
 Bastante p'ra te abrigar.

Promessas temos que ao céu de gozo
 Virá levar-nos o Rei Jesus;
 Então ao crente fiel, corajoso,
 Dará coroa de luz."(Hino 459, H.C)

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

A FUGA DA ESPERANÇA...

Não aparecendo, havia já a muitos dias, nem sol, nem estrelas, e caindo sobre nós uma não pequena tempestade, fugiu-nos toda esperança de nos salvarmos.”(At 27.20)

No diário de navegação do Apostolo Paulo, um servo de Deus  e então prisioneiro por propagara fé cristã, estava descrita uma implacável e dura realidade: um comandante que preferia acreditar na capacidade do piloto do que na palavra de um servo de Deus, um barco com 276 pessoas a bordo, sem rumo e à mercê das ondas e vendavais, estrelas e sol desaparecidos há dias devido a tempestade, muito trabalho sem resultado, e falta de alimentação, culminando assim num dos pontos cruciais deste texto em que a fé duvida e se esvai, que é quando a esperança desaparece, não  somente perdida, mas foge diante dos nossos olhos... tanta habilidade e esforço para nenhum resultado, pelo contrario, a situação indo de mal a pior.

A fuga da esperança desestabiliza qualquer pessoa, tira a capacidade de acreditar que o sol voltará a despontar entre as nuvens e nem que as estrelas voltaram a brilhar. No Salmo 121, o salmista inicia nessa aflição “Elevo os olhos para os montes de onde me virá o socorro? O meu socorro vem do Senhor que fez o céu e a terra”

Paulo entendeu a grandeza de ser servo do Criador, e mesmo enfraquecido emocionalmente e fisicamente, espiritualmente estava forte, (o PODER do Senhor se aperfeiçoa em nossa fraqueza); “...e pondo-se em pé no meio deles disse: bom seria que tivesse me ouvido...mas agora vos admoesto que tenhais BOM ANIMO, porque não se perderá a vida de nenhum de vós, mas somente o navio. Porque esta mesma noite, o anjo de Deus DE QUEM EU SOU, E A QUEM SIRVO, esteve comigo, dizendo: NÃO TEMAS!...”.
Portanto, se a esperança fugir... para reencontrá-la assim como Paulo, é preciso se posicionar através da compreensão de 7 grandes verdades: 1ª. Quem você é a quem você  pertence?; 2ª. a quem você serve?; 3ª. Quem está com você?; 4ª Levante-se sob a ordem de Deus, mesmo que todos estejam prostrados, 5ª. Tenha bom animo e encoraje a outros para que façam o mesmo; 6. Não Tenha medo, e  7ª. Decida ser sempre um canal de bênçãos até mesmo para quem aparentemente não mereça ou não reconheça  seu  valor como servo de Deus.(... crede nos seus profetas, e prosperareis” 2 Cr. 20:20)

 Bendito o varão que confia no Senhor, e cuja esperança é o Senhor. Porque ele será como a arvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro, e não receia quando vem o calor, mas sua folha fica verde e no ano da sequidão não se afadiga nem deixa de dar fruto”(Jr 17.17)

domingo, 9 de dezembro de 2012

Dia da Bíblia

No Segundo domingo de dezembro comemora-se o dia da Bíblia, o Livro dos Livros, o Livro de todos os dias...Um livro mais que especial que nos instrui no caminho que devemos andar...
Que possamos apreciar e vivenciar todos os dias os princípios estabelecidos por Deus e manifesto na sua Palavra...
Que privilégio ter acesso a essa Poderosa Palavra!

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Poesia: O TEMPO...

Dedico esta Poesia à todos os leitores que com a graça e força de Deus, buscam a cada dia, encarar o tempo como um grande desafio a ser superado, aproveitado e valorizado para que assim, a vida não perca o seu real sentido dado por Deus, o Senhor que está acima do Tempo...(Autora: Miss.Cacilda Barbosa Santiago)

O tempo...

É passageiro, é demorado
É conserto, é pedaço
É ódio, é amor
É distancia, é abraço
É alegria, é tristeza
Para vida, uma riqueza!
É ferida, é Cura
É morte, é vida
É fração, uma medida!
ou Linha reta do sem fim...
É despedida, é chegada
É saudade, é reencontro
Para alguns um desencontro...
Mas afinal, o que é o tempo?...
Momento? Tormento?
Sentimento? Ou Complemento?
É um Sonho ou pesadelo?
É Aliado, ou inimigo?
Ah... é Tão eterno e tão finito...
Como lidar com o tempo?!!
Como areia fina,  passa aos dedos
É  tão rápido, causa medos!
De tão lento, desalentos...
Tempo...
Tão simples, e tão complexo,
Tão passageiro e tão eterno!...
Tão Colorido, e tão  sem cor...
Que até nos  causa dor...
Ah   Senhor,  Deus do tempo,
Do universo és o Criador!
Da humanidade, o Redentor.
Ajuda-nos a vivermos a realidade do tempo,  
Guiados por tua  luz, bendita luz
Que em meio a escuridão dos mistérios da vida,
Nos  aponta  sempre  uma saída!
Conceda-nos a  Tua Graça e teu favor,
Para que, acolhidos em Teus braços,
E seguindo  os Teus passos,
Possamos dar ao tempo o seu devido valor!...
(autora: Cacilda Barbosa Santiago)

 “Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.” (Ec 3:1) - “Porque mil anos são aos teus olhos como o dia de ontem que passou, e como a vigília da noite. Tu os levas como uma corrente de água; são como um sono; de manhã são como a erva que cresce. De madrugada floresce e cresce; à tarde corta-se e seca.(...);Ensina-nos a contar os nossos dias, de tal maneira que alcancemos corações sábios” (Sl 90:4-6,12)


domingo, 14 de outubro de 2012

MAS SOB A TUA PALAVRA LANÇAREI A REDE

(Lc 5)
 “Nadar, nadar e morrer na praia”... esta é a sensação frustrante que sentimos muitas vezes diante das intempéries da vida, quando investimos em algo que não percebemos o resultado no tempo e da forma que desejamos, mesmo com todas as nossas habilidades. Então começamos a ser vulneráveis  ao desanimo quanto a  missão que Deus nos confiou, queremos apenas  lavar a rede e logo guarda-la,  talvez em algum lugar que nem lembremos mais que um dia  serviu para alguma coisa...

Pedro teve essa sensação frustrante após uma longa e frustrante  pescaria,  em que não pegou nenhum peixe durante toda uma noite de tentativas vãs. E, voltou ao porto, apenas com  uma rede suja, com elementos que denunciavam o seu “nadar, nadar e morrer na praia”, rede  vazia de peixes, mas  cheia do sujeira que simbolizava seu  fracasso e decepção. Mas  Jesus chega na hora certa, e no comando do barco de Pedro começa para ele um teste de fé, que mudou sua atitude de confiança que o levou ao MILAGRE DE DEUS em  mares altos, numa completa dependência do Deus que manda no mar, nos peixes, nos céus e na terra. Pedro apenas precisou: Lavar sua rede no lugar certo (perto de Jesus); Obedecer a voz de Jesus em afastar-se da terra e depois seguir para o mar alto para lançar a rede, mesmo parecendo uma loucura diante da razão, mas com uma fé na Palavra de Jesus, pode ser  surpreendido pelo milagre dAquele que sempre está no controle de tudo e pela Sua Palavra Tudo pode acontecer! O milagre foi tão grandioso que precisou compartilhar com outros, mostrando assim a grandeza do Deus que tem poder na Sua Palavra. QUE O SENHOR NOS AJUDE A CONFIAR SUFICIENTEMENTE NA SUA PALAVRA PARA TOMARMOS ATITUDES DE FÉ QUE NOS LEVEM A VIVENCIAR O MILAGRE!

domingo, 30 de setembro de 2012

“Sai da Caverna! Ela não é seu lugar”

“Sai  da Caverna! Ela não é seu lugar” (I Rs 19)
Um homem de Deus, profeta Elias possuía um currículo de sucessivas vitórias narradas na Biblia, dentre as quais ordenou em nome do Senhor que não chovesse obre a terra, foi alvo da provisão de Deus através dos corvos a beira do riacho, multiplicação do  alimento da  viúva de Sarepta,  a ressurreição do filho da viúva, arrumou o altar e desceu fogo do céus sobre o holocausto, destruiu centenas de falsos e profanos profetas...  Depois de tantos prodígios, o Profeta Elias, ser humano frágil assim como nós, passa por uma crise oriunda das pressões e reações do sistema... Foge para o deserto, perde o animo, pede a morte, mas recebe o alimento que lhe deu forças para chegar até o monte de Deus, mas lá no monte mesmo, estava algo muito atraente... uma caverna!!
 Ao ser questionado por Deus, com a pergunta “O que fazes ai Elias?” O profeta Elias  responde embasando-se em 3 fortes argumentos para fugir de tudo e de todos  e refugiar-se numa caverna: 1.Zelo pelas coisas de Deus,2. a solidão do combate e,  3. a ameaça de morte. A resposta de Deus que falou numa voz suave e mansa, e não no vento e terremoto,  foi direta, de quem Pode e ordena aos seus filhos uma reação imediata: “ Sai da Caverna!”." Volta pelo teu caminho para o deserto de Damasco,vem e unfe a Hazael, rei da Síria, jeú, rei de Israel, e Eliseu profeta em teu lugar", ou seja, nova missão para você fazer: ungir  reis e profeta... (IRs 19.15-16)
As  cavernas diante das pressões são atraentes e proporcionam a falsa idéia de refúgio e segurança, dos nossos medos, conflitos, perseguições... Mas precisamos reagir a cada dia sob a ordem do Senhor!Que Deus nos conceda a graça para entendermos que o Senhor é que é o verdadeiro refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia (Sl 46). E para usufruir desta benção o primeiro passo é reconhecer que "A caverna não é o lugar que Deus quer para nós".
Que Deus nos conceda da Sua graça de reagirmos sempre nos colocando no lugar que Deus quer, para fazer o que Ele manda e assim sermos canais de bênçãos!

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

CHAMADOS PARA EDIFICAR!...


“Olha, ponho-te neste dia sobre as nações, e sobre os reinos, para arrancares e derribares, para destruíres e arruinares; e também para edificares e plantares.”(Jr 1.10)

 Por mais que surjam novas tecnologias, o processo na ação de Edificar nunca foi, e nem será uma tarefa fácil, envolve muita coragem, disposição, força de vontade, planejamento,estratégia e objetivo definido.
 
Deus é muito organizado, não faz nada por acaso, e planeja e executa tudo com muito bom gosto e eficiência. Fez o mundo e tudo que há por etapas, preparou o plano maravilhoso da Salvação, envia Jesus, que a despeito de sua profissão ser de carpinteiro,ou seja, construtor de algo com matéria prima de madeira, como Deus e Senhor também é  Oleiro, e especialista em fazer vasos,  e mesmo quebrados, Ele tem poder para fazer um novo.

Deus tem chamado o Seu povo para cumprir este papel nesta vida passageira, a de ser um EDIFICADOR de vidas. Vidas muitas vezes devastadas pelo pecado, pelas decepções, frustrações e vendavais da vida, que derrubam tantas estruturas e deixando as pessoas em ruínas.

Portanto não é por acaso que Deus tenha constituído os seus, para edificar, restaurar, ser um construtor, ou reconstrutor do que está assolado ou em ruínas. Deus chamou a Neemias que Deus que deixou o conforto do palácio para reconstruir muros m ruínas de Jerusalém. Os muros que antes eram imponentes propiciano a segurança e a força da cidade, eram montões de pedras em ruínas, mas Neemias não olhou para o tamanho da dificuldade e sim a grandeza do Deus que faz prosperar e se credenciou como um edificador e reconstrutor sob a benção de Deus.  

Fomos chamados para sermos Edificadores, trazer à luz o que está em trevas, levantar o que está caído. A despeito de qualquer coisa ou situação, Deus não abre mão do Seu Chamado para cada um de nós, que é de ser Edificadores! Jeremias foi chamado com esta missão; Isaías, profetas, apóstolos e nestes tempos a Igreja do Senhor, tendo sua  estrutura relacionada com uma construção, cuja  a pedra principal se chama JESUS CRISTO, a nossa pedra angular,que possui a função de proporcionar, equilíbrio, segurança,força e toda a capacidade de estruturação e nivelamento da construção.
A igreja está consolidada sobre esta Pedra poderosa, que é JESUS, que nos disse em Sua Palavra:
“E sobre esta pedra EDIFICAREI a minha Igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela”
Portanto, a Igreja está Edificada em Jesus, para cumprir seu papel de EDIFICADORA de vidas pelo Poder da Palavra de Deus! 
Vale a pena refletirmos sobre a finalidade da unção de Deus e mãos à obra!!

 O ESPÍRITO do Senhor DEUS está sobre mim; porque o SENHOR me ungiu, para pregar boas novas aos mansos; enviou-me a restaurar os contritos de coração, a proclamar liberdade aos cativos, e a abertura de prisão aos presos; A apregoar o ano aceitável do SENHOR e o dia da vingança do nosso Deus; a consolar todos os tristes; A ordenar acerca dos tristes de Sião que se lhes dê glória em vez de cinza, óleo de gozo em vez de tristeza, vestes de louvor em vez de espírito angustiado; a fim de que se chamem árvores de justiça, plantações do SENHOR, para que ele seja glorificado. E edificarão os lugares antigamente assolados, e restaurarão os anteriormente destruídos, e renovarão as cidades assoladas, destruídas de geração em geração.(Is. 61.1-4)

domingo, 19 de agosto de 2012

Saudade...


Saudade...

Saudade é a dor da ausência,
é sentir um amor dolorido
E a solidão em meio a multidão.
Saudade e sentir falta, é inquietação é aflição...
É faltar o ar, e procurar a respiração,
e buscar o equílibrio entre a razão, a fé e a emoção...             
Saudade, em simples palavras não se explica sua  dimensão nem a  sua real definição
Pois sua intensidade é tão ampla que apenas se sente  no coração...
Enfim, Saudade é viver um dia por vez na graça e esperança que vem de Deus,
lutando para chegar no céu onde nunca mais haverá separação.
(Cacilda Barbosa Santiago)


(...Dedicado In memorian de Jessé do Nascimento Santiago... com muito amor e saudade...)



“E (Deus) lhes enxugará dos olhos toda lágrima, e a morte já não existirá, já não haverá luto, nem pranto, nem dor, porque as primeiras cousas passaram.”(Ap 21.4) 

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Por que a lágrima não tem cor?

Por que a lágrima não tem cor?
Enquanto chorava, me pus a pensar.
Se fosse vermelha como sangue,
as minhas vestes poderiam manchar. 
Se a lágrima fosse amarela,
a cor da alegria, expressar tristeza jamais poderia.
Se fosse azul, a cor da serenidade,
eu não choraria jamais.
Seria só tranqüilidade.
Se fosse branca
como pétalas de rosas,
não seriam lágrimas...
Mas pérolas preciosas. 
Ainda mais uma vez
fiquei me questionando...
Por que a lágrima não tem cor?
Se ela fosse preta,
só expressaria o horror?
Por que será que a lágrima não tem cor?
 A lágrima não tem cor...
Porque nem sempre exprime dor.
E se ela fosse roxa, como poderia
expressar a alegria?
 As lágrimas não têm cor
porque são expressões da alma.
Quando o espírito está chorando,
o coração diz: tenha calma!
Se a lágrima tivesse cor
deveria ter a cor do amor.
Ou mesmo a cor da paixão,
que as vezes invade o coração.
Ou talvez a cor da tristeza
que abala a alma e tira a calma,
mas faz em meu ser uma limpeza.
 A lágrima não tem cor,
porque ela nos aproxima do nosso Criador.
Se a lágrima tivesse cor,
eu só iria chorar de alegria.
Mas, e a lágrima da saudade?
De que cor ela seria?
E a lágrima da decepção,
de que cor seria então?
Se a lágrima tivesse cor
deveria ter a cor de um brilhante.
Como a lágrima é preciosa,
Deus deu-lhe a cor do diamante.
(  Wayne W. Dyer)

“E DEUS lhes enxugará dos olhos toda lágrima, e a morte já não existirá, já não haverá luto, nem pranto, nem dor, porque as primeiras cousas passaram.” (Apocalipse 21.4)


terça-feira, 24 de julho de 2012

Síntese do Salmo 107 -Clamando ao Deus que livra na dificuldade

SÍNTESE DO SALMO 107...
Se estiveres errante  no deserto por caminhos solitários, faminto e sedento. Clama ao Senhor na tua angustia, Ele te responde e te leva por caminho direito, e farta a sua alma sedenta enchendo de bens a alma faminta.

Se estiveres assentado nas trevas e sombra da morte, preso em aflição e em ferro; Clama ao SENHOR na sua angústia, que Ele vai te livrar de todas as tuas dificuldades. Ele vai tirar você das trevas e sombra da morte; quebra  as suas prisões e suas portas de bronze, despedaçando  os ferrolhos de ferro;

Se estiveres em desobediência  desprezando os conselhos do Senhor; Clama na angústia, e Ele vai te libertar, te curar, te restaurar  e te livrar da destruição.

Se estiveres perdido sem rumo em meio a tempestade, clama ao Senhor que manda no mar e faz cessar a tormenta te conduzindo ao porto seguro

Louve ao Senhor e ofereça a Ele o teu sacrifício de louvor, uma oferta voluntaria de adoração ao Deus que faz maravilhas: Faz cessar a tormenta, converte rios em desertos, faz brotar fontes em terra seca, faz da terra frutífera estéril,traz a prosperidade e a bençao aos famintos, executa juízo, livra o necessitado executando a sua benignidade que dura para sempre.


sábado, 14 de julho de 2012

"E, Se?!!.."(Sl 23)


“O Senhor é o meu pastor; de nada terei falta.Em verdes pastagens me faz repousar e me conduz a águas tranqüilas; restaura-me o vigor. Guia-me nas veredas da justiça por amor do seu nome. Mesmo quando eu andar por um vale de trevas e morte, não temerei perigo algum, pois tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me protegem.  Preparas um banquete para mim à vista dos meus inimigos. Tu me honras, ungindo a minha cabeça com óleo e fazendo transbordar o meu cálice. Sei que a bondade e a fidelidade me acompanharão todos os dias da minha vida, e voltarei à casa do Senhor enquanto eu viver.”(Salmo 23) - 

“Se precisamos de cuidado e proteção, Ele o Sumo-Pastor.
Se falta-nos alguma coisa, Ele é o Provedor de tudo.
Se estamos aflitos, Ele é a nossa Paz. 
Se estivermos  sem rumo e sem direção, Ele é o nosso guia perfeito.
Se estamos sem forças, Ele é o nosso Restaurador.
Se sofremos injustiça, Ele é o nosso Justo Juiz.
Se estamos com medo, Ele  fica conosco nos dando coragem para viver.
Se somos humilhados... É Ele que nos honra  da forma que Ele quer.
Se nos sentimos sozinhos, a Sua bondade e misericórdia nos acompanham todos os dias!...”
 (Miss. Cacilda Barbosa)

terça-feira, 3 de julho de 2012

Fé para vencer


A FÉ é o combustível fundamental para a superação e a completa vitória diante dos revezes  na  caminhada como seguidor de Jesus Cristo: o autor e consumador da nossa fé.
A fé tem a capacidade de nos agigantar diante das situações nos fazendo transpor as barreiras do preconceito, do orgulho, do medo, da ansiedade e da dúvida, componentes presente daquilo que Jesus chamou de "pequena fé". A Bíblia nos apresenta exemplos de pequena fé, quando Pedro afundou ao sentir o vento, e parou de confiar, Jesus o exortou, por sua pequena fé, um outro caso foi  quando os discipulos estavam com medo e ansiosos para com sua vida, Jesus também os alertou sobre a pequena fé, diante do cuidado de um Deus tão poderoso que cuida das aves, e das flores, quanto mais dos seus filhos. Este  tipo de fé "pequena" que nos engessa e nos faz recuar e desistir.
No entanto se queremos ser atendidos por Deus, se queremos sobreviver e alcançar a vitória a cada dia, precisamos fazer a nossa parte, buscando alcançar em meio aos confrontos (sejam internos ou externos), oposições e provações, o que Jesus elogiou e chamou de uma "grande  fé”. Alguns exemplos de grande fé foram elogiados por Jesus, como o caso da mulher cananeia que clamou por sua filha possessa por demônios e que fora liberta. Outro exemplo é o do Senhor que clamou por seu servo doente, e mesmo longe pediu que Jesus desse apenas uma palavra e seu criado ficaria curado, o que de fato aconteceu.E outros e outros casos que foram grandemente abençoados por exercerem uma "grande fé"
Uma grande fé vê o invisível, espera no impossível, vislumbra o inatingível. Pois é pautada  no poder de Deus, na Sua provisão e misericórdia. A  grande fé é ativa, é devota e contrapõe a razão. Por isso mesmo que seja do tamanho de um grão de mostarda, a fé que olha para JESUS, tem a capacidade de remover montanhas pois nossa base é o Senhor o Todo Poderoso, criador dos céus e da terra. “e esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé.”1 João 5:4

quinta-feira, 10 de maio de 2012

MONTES,DESERTOS, TEMPESTADE,MEDO... MAS, O QUE O SENHOR DIZ?...

Os montes nos dizem o quanto somos pequenos,
Mas o Senhor nos diz : Eu sou  GRANDE Eu Sou, o CRIADOR dos céus e da terra.
Os desertos nos dizem o quanto somos frágeis,
Mas o Senhor nos diz: “Eu sou FORTE e Poderoso na Guerra, e abro caminho no deserto”
As tempestades revelam o quanto somos e vulneráveis,
Mas o Senhor nos diz “Na minha mão há força e Poder, É me dado Todo Poder no céu e na terra”
As fornalhas nos mostram o quanto somos impotentes

Mas o Senhor nos diz “Minha é a terra, e tudo o que nela há, Acaso há alguma coisa difícil para mim?”
As provações  nos revelam o quanto somos medrosos

Mas o Senhor nos diz: “Não temas, tenha fé, Eu estou contigo em todos os momentos  e te ajudo!”


“Portanto não temeremos, ainda que a terra se mude, e ainda que os montes se transportem para o meio dos mares. Ainda que as águas rujam e se perturbem, ainda que os montes se abalem pela sua braveza... Aquietai-vos, e sabei que eu sou Deus; serei exaltado entre os gentios; serei exaltado sobre a terra. O SENHOR dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio” (Salmos 46:1-2.10-11)

A ÚNICA SAÍDA EM MEIO A DOR E TRIBULAÇÃO...

Quando cada batida de nosso coração nos revela o tamanho da dor da nossa alma, que chega a tirar as forças do nosso respirar;

 quando as circunstancias nos dizem que não, e nos revelam  o quanto somos tão frágeis e impotentes...
e quando não enxergamos nada mais, além do que montanhas, ondas elevadas e tempestuosas, que nos revelam nossa pequenez e insignificância...

Quando a aflição e a angústia nos  consomem, revelando que  nossa defesa, argumentos e sentimentos são  como cera dentro de uma fornalha...

... A única alternativa para sobrevivência e manutenção de nossa sanidade e serenidade é elevarmos os nossos olhos para o céu, e clamarmos (até mesmo num suspiro) ao Senhor Deus que tudo Pode, Tudo vê e tudo sabe..., e permitir que através desse relampejo de fé em meio a escuridão, esse  DEUS revele o tamanho do Seu amor e Sua misericórdia por  nós.Ele já nos deu provas concretas desse amor quando entregou seu filho Jesus Cristo para morrer por nós e Ele ressuscitou, e está à destra do Pai intercedendo por nós, mesmo quando nos faltam as palavras...

“Então disse eu: Já pereceu a minha força, como também a minha esperança no SENHOR. Disto me recordarei na minha mente; por isso esperarei. As misericórdias do SENHOR são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim; A minha porção é o SENHOR, diz a minha alma; portanto esperarei nele”. (Lm3.18,21-24)

 Como um pai se compadece de seus filhos assim o Senhor se compadece daqueles que o temem. Pois ele conhece a nossa estrutura; lembra-se de que somos pó. (Sl 103.12-13); “OUVE-ME quando eu clamo, ó Deus da minha justiça, na angústia me deste largueza; tem misericórdia de mim e ouve a minha oração.” Sl 4.1


QUE DEUS NOS AJUDE A VIVERMOS SEMPRE UM DIA POR VEZ NA DEPENDENCIA DO SENHOR, ESPERANDO NA SUA MISERICÓRDIA.

REFLEXÃO SOBRE NO SILENCIO DE DEUS...


Muitas vezes o silencio de Deus nos leva a uma sensação abandono, de que fomos esquecidos e que Ele não se importa conosco. Os discípulos se sentiram em certo momento assim, ficaram apavorados na tempestade, quando Jesus estava dormindo na popa do barco e gritaram “ei... você não se importa que estamos perecendo?...”. Por outro lado, a mulher siro-fenicia com a filha oprimida, busca Jesus e ao receber dele o silencio como resposta, ela reage lançando-se aos seus pés, o ADORA , e diz “ Senhor socorre-me!”. 

Recebeu um elogia de uma grande fé, pois demonstrou com suas atitudes de perseverança que entendeu a grandeza de QUEM É ESTE SENHOR. Ele manda nos ventos, nos mares, nas tempestade,  e com apenas uma palavra muda toda a situação, pois Ele é Senhor de Tudo!

Portanto, enquanto vivenciar o Silencio de Deus... CLAME, ESPERE, CONFIE e ADORE!

Porque desde a antiguidade não se ouviu, nem com ouvidos se percebeu, nem com os olhos se viu um Deus além de ti que trabalha para aquele que nele espera. (Is 64.4)

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

1º Ano do blog - Uma fonte em meio ao vale de Baca

"Bem aventurado o homem cuja força está em ti, em cujo coração estão os caminhos aplanados, que passando pelo Vale de Baca, faz dele uma fonte"(Sl 84:5,6)

Hoje meu blog completa seu 1º aninho, e em celebração a esta vitória, vou escrever de forma mais intimista, na primeira pessoa(pelo menos vou tentar). Tenho procurado viver à luz da Palavra, e numa fase de recomeço ministerial o foco é a Palavra, que é “lâmpada para os meus pés e luz para o meu caminho”, e que me  diz que  quem põe a sua força em Deus, e o coração pautado nEle, quando passar pelo vale de Baca, faz dele uma fonte.(Sl 84)

Então, penso que este blog foi uma idéia de Deus para que eu pudesse fazer uma fonte  no meu vale de Baca. O Vale de Baca, dependendo da tradução e da edição Bíblica significa Vale das Lamentações, Vale de Lágrimas, Vale das Bálsameiras e Vale Árido. O termo Baca significa choro, lágrimas...

Um enorme vale de Baca surgiu no meu caminho quando menos esperava, pois quando a gente tem uma vida estável, uma rotina, muitos sonhos e realizações e um grande amor ao lado, vivendo numa fase maravilhosa, e de repente tudo mudar, se perder alguém que tanto se ama, e em uma hora, tudo ser diferente, a vida da gente  parece que se tornou um sonho, e o furacão é a dura realidade... o chão desaparece, a luz escurece, e apenas nos sentimos cacos, cacos lançados ao vento em meio ao temporal... Mas então entra a misericórdia e a presença de Deus, e só não se perde a lucidez e a sanidade quando se estabelece as bases em algo precioso e fundamental para a sobrevivência, que se chama FÉ em Deus. A fé é uma ancora, é um eixo central que nos liga ao Deus sobrenatural que nos ajuda a caminhar sobre as águas mesmo em meio a tempestade.



Deus nos criou para ser benção nesta terra, independente das circunstancias. Este blog surgiu deste comando vindo de Deus para ser benção, e da necessidade de compartilhar com pessoas que passam momentos difíceis assim como eu tenho passado, os que encontram-se no doloroso vale de Baca, bem como aos que desejam ajudar aos aflitos e  aos enlutados. Tanto é que um  dos primeiros artigos que escrevi foi “o vale da sombra da morte sobre o prisma do luto”. Alguns artigos escrevi para o blog, outros escrevi com base em ministrações que temos feito também nesta trajetória de recomeço e meio a dor, em meio ao luto.

 Creio pela fé que muitos foram saciados por esta fonte neste primeiro ano, e oro para que também tenham a força diária para vencer na força do Senhor! Neste primeiro ano de blog, quando tive a oportunidade de perceber milhares de acessos e  de tantos outros países, penso que valeu a pensa escrever alguma coisa, mesmo que fosse chorando em meio as madrugadas da vida.

Louvo a Deus por tantas amizades que construí neste primeiro ano de blog, e o quanto aprendi através de outros blogs que são verdadeiras fontes no Baca, e botes de socorro em meio aos vendavais! Que Deus abençoe a todos que se utilizam deste poderoso instrumento que é a internet para serem canais de bênçãos!

Que Deus nos fortaleça, e que cada um de nós leitores, blogueiros possamos nos utilizar sempre da internet como um farol na escuridão, como uma luz que ilumine a tantos corações que precisam descobrir que somente a FÉ em Deus nos habilita a vivermos neste mundo tão passageiro e cheio de dores, sem contudo perdermos a esperança!

 “Os que com lágrimas semeiam com júbilo ceifarão [6] Quem sai andando e chorando, enquanto semeia, voltará com júbilo, trazendo os seus feixes ...” Sl 126:5-6
Obrigada Senhor por esta vitória!Obrigada amigos presentes e virtuais por acompanharem e valorizarem este espaço!Que Deus vos abençoe mais e mais!
Fraternalmente,
Miss. Cacilda Barbosa Santiago

sábado, 4 de fevereiro de 2012

“Até que entrei no santuário de Deus...”(Sl 73)

Numa sociedade concorrida, com tantas distorções de valores e padrões éticos e morais, em que prevelece de maneira intrigante a idéia do que o “errado é que está certo” e o “certo parece que se tornou errado”, cada vez mais somos confrontados sobre “se vale mesmo a pena ser fiel?” quando tantos infiéis e corruptos “aparentemente” prosperam em suas vidas de maneira assustadora.

O salmista Asafe, no Salmo 73 compartilha esta sua experiência de questionar e refletir sobre este paradoxo existencial. Logo no inicio do Salmo, Asafe faz uma afirmação conclusiva de que “Deus é bom para com os limpos de coração”, no entanto para se chegar a esta conclusão foi um longo e difícil processo. Afinal a vida não é tão fácil para com os que são limpos de coração, que buscam trilhar caminhos retos. Ser limpo de coração é a essência pura de uma vida segundo o coração de Deus, no entanto manter-se neste propósito, aparentemente é mais difícil do que fazer o contrário. Por isso Asafe desabafa no v.2 “os meus pés quase vacilaram; pouco faltou para que desviasse os meus passos...”, por um trís não desistiu de ser fiel. Ele diz os motivos: eu tinha inveja dos soberbos, pois não há apertos...(inclusive na morte) não são afligidos... a soberba os cerca...vestem-se de violência, são corrompidos, falam com arrogância, falam contra os céus...,estão sempre em segurança, aumentam as suas riquezas etc...”. Enfim, são fortes razões para se questionar ”e eu Deus, como fica minha situação?!!”Essa observação dia a dia, se deixar de olhar para o Senhor,  verdadeiramente é o meio mais poderoso de desviar o servo fiel da trilha que o Senhor estabeleceu, tornando-se a senha de acesso para um coração impuro e revoltado o que leva a um distanciamento de Deus e à cegueira espiritual.  Mas Jesus afirma no sermão da montanha” bem aventurado os limpos de coração, porque eles verão a Deus”. O meio de se entrar no santuário de Deus e contemplar a formosura da sua face é através da pureza de um coração, que se não manter o propósito de olhar para o Senhor perderá o foco. O salmista afirma no v.21”assim meu coração se azedou e sinto picadas nos meus rins”. E, para sentir este efeito de perceber que seu coração estava azedo, se sentir incomodado com a situação dos que se corrompem, foi preciso “ENTRAR NO SANTUÁRIO DE DEUS, então entender o FIM deles”v.17.No Santuário de Deus os olhos do entendimento são abertos, a visão é ampliada , e descobrimos que não sabemos de nada (v.22). No Santuário o egoísmo desaparece, o ressentimento, a inveja, o orgulho, o ódio, a frustração e a cegueira. No Santuário de Deus prevalece a glória do Senhor dos Senhores que fez o céu e a terra. Ao entrar no Santuário de Deus “entende-se o FIM e a realidade”  dos que são contrários aos preceitos de Deus, descobre-se como a vida é passageira e é uma entrada para a eternidade, e que na terra tudo está sob o domínio e controle de Deus, que as pessoas só vão até onde Deus permite.

Ao entrar no Santuário de Deus,  percebemos que tudo na vida parte da relação sincera entre o homem e Deus, e que o resto é resto, pois só temos no céu e na terra este Senhor, que é Eterno, e  que nos segura pela mão direita, este Deus que como disse o salmisa “é a fortaleza do meu coração e a minha porção para sempre”.

Portanto VALE A PENA, esforçar-se para entrar no Santuário de Deus, buscando CONFIAR e DEPENDER deste Poderoso e Fiel Senhor, que é BOM, e nos criou para ANUNCIAR as SUAS OBRAS!!. Por isso Asafe concluiu:”bom para mim é aproximar-me de Deus;pus minha confiança no Senhor Deus, para anunciar todas as tuas obras”(v.28)
"Deus ajuda-nos em nossas fraquezas e nos dê a graça e a capacidade diária de entrar no Teu Santuário, para enxergarmos sempre além,pois Tu és o Senhor  o Deus Criador dos céus e da terra, e nada nem ninguém é maior que o Senhor!"

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Uma oração especial

"DEUS, conceda-me SERENIDADE para...
ACEITAR as COISAS QUE NÃO POSSO MUDAR
CORAGEM para MUDAR as COISAS que eu POSSO e
SABEDORIA para SABER a DIFERENÇA: VIVENDO UM DIA de CADA VEZ,DESFRUTANDO UM MOMENTO  de CADA VEZ,
e ACEITANDO as DIFICULDADES como CAMINHO para ALCANÇAR a PAZ,
CONSIDERANDO O MUNDO PECADOR como ELE É, e NÃO como EU GOSTARIA que FOSSE,
CONFIANDO que ENDIREITARÁS TODAS as COISAS, se EU ME SUBMETER á TUA VONTADE,
para que EU POSSA SER MODERADAMENTE FELIZ NESTA VIDA,e SUMAMENTE FELIZ CONTIGO na ETERNIDADE."
AMÉM
(Reinhold Neibuhr,1926)