ESPAÇO DE DEVOCIONAL

Seja bem vindo!
Miss.Cacilda Barbosa Santiago

sexta-feira, 29 de julho de 2011

CINCO LIÇÕES DE UM MATADOR DE GIGANTES


Imagem: google/site:
estelitaesarita.blogspot.com

Quantos gigantes se levantam contra nós, gigantes aparentemente invensíveis, que nos afrontam, zombam, desafiam e substimam nossa força.  E, se diante desta dura realidade  mantivermos o olhar no tamanho e  força do gigante, corremos um grande risco de perdermos de vista a visão do Deus Grande e Poderoso, em cuja mão “há força e poder”, pois como disse o salmista  “uma coisa disse Deus, duas vezes o ouvi:que o PODER pertence a Deus”(Sl 63.11).
Através do exemplo e experiencia de Davi, um homem que teve árduas experiencias em sua vida, derrotou reis, exercítos e gigantes. Numa das suas primeiras experiencias citadas  Bíblia foi diante do gigante Golias,  Davi ainda era bem jovem e franzino, mas obediente, ousado, e no entanto desprezado por seus irmãos, mas através de seu testemunho de  força obtida em Deus, podemos extrair um perfil de superação, coragem e fé diante do gigante embasados na confiança de que “o poder pertence a Deus”, e seguirmos seus passos extraindo Cinco lições poderosas com este especialista em matar gigantes cruéis e aparentemente invensíveis:
1.      NÃO SE CONFORME COM AS AFRONTAS, MAS REAJA!
Davi superou em primeiro lugar as palavras de desmotivação e de ameaça dos seus irmãos, que o substimaram quanto tentaram desencorajá-lo por completo: Por que desceste aqui? E a quem deixaste aquelas poucas ovelhas no deserto? Bem conheço a tua presunção e a tua maldade; desceste apenas para ver a peleja” (17:28).. Davi não ficou revidando ou discutindo com seus irmãos,superou as críticas e ofensas e manteve seu foco, sendo incomodado pelas ameaças do campeão Golias com seus quase 3 metros de altura e uma pesada armadura. Davi sabia o valor do deserto e das ovelhas, sua Escola no deserto o ensinou o valor da coragem. Ele aprendeu no deserto que o livramento e a vitória vem do Senhor: ”Bendito seja o Senhor,minha rocha, que adestra as minhas mãos para peleja e os meus dedos para a guerra”(Sl 144.1). Inconformado com as afrontas, Davi investiga a situação e chega a uma conclusão: ”Quem é, pois, esse incircunciso filisteu, para afrontar os exércitos do Deus vivo?” (1 Samuel 17:26
2.      RELEMBRE-SE DOS FEITOS E EXPERIENCIAS COM DEUS
 Davi reviu sua caminhada com Deus e extraiu um aprendizado do deserto, venceu ursos e leão lá no deserto. Cada experiencia com Deus nos fortalece para outro desafio maior na frente.Uma postura fundamental diante da guerra, ou de um gigante é relembrar a caminhada e o que Deus fez, os milagres, livramentos e provisão. Davi compartilhou experiencias solitárias, do agir sobrenatural de Deus:"Respondeu Davi a Saul: Teu servo apascentava as ovelhas de seu pai; quando veio um leão, ou um urso, e tomou um cordeiro do rebanho, eu saí após ele, e o feri, e livrei o cordeiro de sua boca; levantando-se ele contra mim, agarrei-o pela barba, e o feri, e o matei. O teu servo matou assim o leão como o urso ...(1 Sm 17:34-37). Mais o salmista  Davi retoma esta necessidade de relembrar os feitos de Deus com um coração agradecido: ”Bendize o minha alma ao Senhor e não te esqueças de nenhum dos seus benefícios”(Sl 103.2)


3.       SEJA VOCÊ MESMO,MAS CONFIANTE EM DEUS
 Davi rejeitou usar a armadura do rei Saul, vestes e armamentos que não faziam parte da sua vida. Ou seja, Davi foi ele mesmo, um servo corajoso, que não precisou vesti-se de outrem, mas foi natural e dependente do Senhor, utilizou-se de armas naturais e desprezíveis aos olhos dos guerreiros na perspectiva humana: cajado, funda e pedras, tão desprezível que Golias zombou de Davi a respeito de suas armas: “Sou eu algum cão, para vires a mim com paus?” (17:43).Não sabia a motivação de Davi estava em Deus:Não desfaleça o coração de ninguém por causa dele: teu servo irá e pelejará contra o filisteu.

4.      LUTE EM NOME DO SENHOR DOS EXÉRCITOS
Davi foi em frente, reconhecendo que todo poder pertence a Deus, o Deus que transforma uma funda num míssel, que transforma o tudo em nada, e o nada em tudo, porque Dele é o poder para sempre.” “Tu vens contra mim com espada, e com lança, e com escudo; eu, porém, vou contra ti em nome do Senhor dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel, a quem tens afrontado...porque do Senhor é a guerra, e ele vos entregará nas nossas mãos” (17:45,47).!”. Foi ousado ao seguir utilizando-se do Nome do Senhor seu Deus,tomou a causa como um guerreiro de Deus, que sentiu nas afrontas que o nome do Senhor estava  sendo banalizado e ultrajado, Davi se posicionou, tomou posse do Nome que está acima de todo o Nome afirmou antes da peleja: "e toda a terra saberá que há Deus em Israel” (17:46). Portanto fica evidenciada a base para a vitória de um guerreiro, a confiança em Deus:UNS CONFIAM EM CARROS, OUTROS EM CAVALOS, MAS NÓS FAREMOS MENÇÃO DO NOME DO SENHOR NOSSO DEUS”(Sl 20).
5.      ELIMINE TOTALMENTE O GIGANTE  DA SUA VIDA
. “Assim, prevaleceu Davi contra o filisteu, com uma funda e com uma pedra, e o feriu, e o matou” (17:50). Davi mata o gigante com a sua funda, e após a queda do gigante, Davi com a espada do inimigo arranca-lhe a cabeça, representando provavelmente um troféu, uma extinção completa de uma situação, uma simbologia da vitória completa sobre uma situação. Nosso adversário não nos dar tregua, por isso precisa ser extirpado, não devemos abrir prerrogativas para o gigante, “Davi cortou a cabeça do gigante com a sua espada”.Se o gigante já sucumbiu diante de você, não recue, não o substime, elimine o que pode lhe destruir, o que pode representar ainda dor, afronta, mágoa, frustração. Obviamente esta eliminação está no campo da atitude coerente quanto ao emocional, e até mesmo no campo espiritual, através das armas poderosas da oração, “Porque nossa luta não é contra a carne e o sangue mas sim contra os principados e potestades, contra os príncipes das trevas deste século contra as hostes espirituais da maldade nos lugares celestiais.” (Ef. 6:12
Atitudes, passos fundamentais para derrotar tantos e tantos gigantes que surgem na caminhada, uns maiores, outros menores, mas eles sempre surgirão, cabe a cada uma revestir-se das armaduras especiais concedidas por Deus, e observar atentamente passos como o do guerreiro Davi, que deixou sua marca na história como um Grande matador de gigantes!
Que Deus nos abençoe mais e mais, nos concendo a graça, a força e a coragem para derrubarmos o ou os gigantes que nos afrontam!
Fraternalmente,
Miss. Cacilda Barbosa Santiago
Serva do Deus Altíssimo


2 comentários:

  1. O primeiro gigante que temos que destruir é a falta de fé.
    Sem fé é impossível agradar a deus.

    Suas palavras sempre baseadas na verdade nos levam a meditar sobre nossa missão como cristãos.

    Abraço

    Deus é contigo

    ResponderExcluir
  2. OI cacilda como é importe diante dos gigantes que surgem na nossa caminhada é RELEMBRA-SE DOS FEITOS E EXPERIENCIAS COM DEUS, Davi fez isso em alguns momentos da sia vida, precisamo trazer a memoria o grande amor de DEus por nós.

    Minha amada te desejo um belo dia

    ResponderExcluir